terça-feira, 19 de julho de 2011

Noite

Tento contar meus segredos, e às vezes espero fielmente que as pessoas me entendam, que ainda sim me achem normal e simpática. Mas é como um tiro certeiro, cada vez que falo um pouco de minhas verdades, fogem de mim e fingem ser pessoas que não são. Nunca descobri se fazem isso por gostarem de mim e por mais que não me entendam não me desamparam ou se fingir torna mais fácil a convivência.
Quando percebo que ser verdadeira assusta, finjo, confesso. Porém ultimamente finjo tanto que só ao estar sozinha percebo a garota perfeita que criei e é exatamente por isso que a noite sempre foi meu horário favorito, pois na noite eu não preciso me esconder, na noite sou verdadeiramente eu, já que não há ninguém por perto eu vivo enquanto todos dormem, e mesmo quando só o que faço é dormir, me sinto livre e mais viva do que tudo.
Na noite me fortaleço me renovo, sonho e realmente acredito que tudo pode dar certo. No dia me escondo, sou o que querem, perco todos meus desejos, meus sentimentos, só o guardo é a esperança... A esperança de que a noite vai chegar e novamente serei eu, novamente sentirei algo, novamente VIVEREI.

2 comentários:

  1. A escuridão derruba a máscara que a clareza nos veste. Eu vejo mais quando não vejo nada, eu ouço mais quando não ouço nada. No compasso dessa vida, imitando a batida de um coração doente ou só carente, experiência e mais carência. A fera está ferida, mas não está morta, e no corredor escuro da floresta seus grandes olhos famintos me guiaram ao fim, ao prazeroso fim que o sono me dá.

    ResponderExcluir
  2. As vezes o opinião alheia não pode ser intendida como nós queremos.... Bebe entenda, seus sonhos são seus e seus porquês só podem ser respondidos por você, não espere uma palavra sabia quando ninguém realmente entendi o que se passa em seu coração

    ResponderExcluir

Se gostou & estiver com vontade; comente.