terça-feira, 12 de julho de 2011

Se a vida é tão bela, o porquê de tanto sofrer?



Como descrever algo tão precioso como a vida?

Como dizer que é ruim ou que é boa, se o tempo de uma vida inteira não é o suficiente para saber ou conhecer tudo?

Hoje sei que apesar de a vida nos pregar boas peças e nos fazer sofrer ela é linda, e radiante, e por existir tanta beleza assim, às vezes não conseguimos ver direito, nossa visão é afetada por esse brilho intenso e assim só conseguimos ver parte desse encanto maravilhoso.

A vida seria tão mais fácil de parássemos pelo menos uma vez ao dia para olhar a nossa volta e perceber o amor em tudo que existe, se esquecêssemos por um minuto de todos os nossos problemas e percebêssemos que todos sofrem de alguma forma e se nosso problema é grande o do próximo também pode ser, se pensássemos um pouco não nas dificuldades e sim na perfeição da vida, dessa vida que as vezes parece impossível de se viver. 
Olhei a minha volta e só vi sofrimento, fechei os olhos e só vi amor, não bobeira  minha acreditar que o amor só exista em sonhos, mas  nos sonhos podemos chegar a um mundo que está preso dentro do armário  um mundo que só precisa ser convidado a entrar em nossas vidas, um mundo, uma vida que só depende de nós.

A vida é bela sim, mas às vezes não só pelo brilho intenso que enfraquece nossa visão, mas por nós mesmos, deixamos de enxergar essa beleza, para ver algo tão menos importante. Quem sabe se prestarmos mais atenção a coisas banais vejamos mais amor e autenticidade do que se apenas olharmos mil coisas ao mesmo tempo.

O amor está ai junto à beleza e a felicidade, não deixe sua vida passar sem vivê-la, pare um pouco e veja o que nunca viu antes, veja o mundo como ele quer ser, veja essa luz brilhante no fim do túnel. Ouça a vida te chamando e caminhe sem medo até ela.



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se gostou & estiver com vontade; comente.