sábado, 21 de janeiro de 2012

Como Diz a Canção

Hoje o dia amanheceu tão frio que ao acordar tive que me abraçar me lembrar de que pelo menos alguém nesse universo ainda era quente, ainda que esse alguém fosse eu.
O dia foi passando lentamente e com ele eu ia passando também, sorri quando foi preciso e por mais que meu sorriso fosse falso, ninguém pareceu notar minha tristeza. E eu agradeci, até porque não gostaria que me perguntassem nada, não gosto de dar explicações, pois odeio mentir.
Sinto-me caindo e a escuridão parece querer me tomar, de tanto fingir hoje até eu, em certo ponto passei a acreditar em minha irônica e pérfida felicidade.
Dizem que sou insensível, mas de que me adianta 'sentir' na frente dos outros se ninguém poderá me ajudar? Prefiro abraçar meu travesseiro e à ele somente à ele contar todos os meu segredos, e chorar. Mesmo que se passem horas sei que ele não poderá reclamar ou julgar.
Não sou um mostro, apenas não quero ter que mentir ou em outro Polo ter que ouvir meus erros e meus dramas. Eu sei quais são meus erros e dramas, não preciso de alguém que os apontará mais uma vez para mim. Hoje preciso de alguém que apenas me ouça chorar, sem perguntas só um consolo para o meu tolo coração despedaçado.
E se achar o que escrevo besteira, ignore, pois como diz a canção '..Isso passa, amanhã é outro dia, não é?'

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se gostou & estiver com vontade; comente.