quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Desculpe se Te Amo



Tudo começou em uma tarde chuvosa e era só um capricho ficar com você. No começo eu confesso, era só sexo, mas sexo não é uma atitude qualquer e sabíamos mesmo naquele primeiro momento que tudo podia seguir seu curso comum.. Ou não.
Perdoe-me se eu ainda insisto, mas é tão triste ver, meu coração grita por você e por medo de te perder, eu preciso te dizer: Eu te amo.
Eu sei que é meio antigo talvez um pouco adolescente demais, porém eu não consigo mais negar, mesmo nos conhecendo há apenas dois meses um pouco mais, quando eu te vejo eu estremeço então não repare meu rosto sério, eu não consigo dizer tão descontraída o quanto eu te amo.
Desculpa se eu grito, não consigo me conter, eu me perco em seu encanto e sei que sou uma boba atrapalhada, mas não consigo dizer tão quieta o quanto meu amor, eu te amo.
Será o tempo o meu amigo íntimo que te mostrara meus sentimentos? Será o fogo, meu companheiro que me aquecerá quando você não estiver presente? Será o vento aquele que levará a você meus beijos e carinhos escondidos aqui embaixo do meu travesseiro?
Eu sei que é meio antigo talvez um pouco adolescente demais, porém eu não consigo mais negar, estou aqui e te falo emocionada 'desculpe se eu te amo, se sou uma apaixonada, não consigo evitar te dizer te gritar, te mostrar o quanto eu te amo'.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se gostou & estiver com vontade; comente.