segunda-feira, 12 de março de 2012

Desculpe, eu não quero voltar.


Alô? Tem alguém em casa? Alô? Te peço: apenas atenda o telefone.

Eu morreria por você. Eu te entreguei minha alma, e te ensinei tudo o que eu sabia enquanto você ouvia atentamente. Mas agora estou caindo e enquanto te procuro percebo que você não está aqui para me salvar.

Por isso: Alô, tem alguém ai? Alô? Apenas atenda a droga do telefone.

Você não precisa se desculpar, eu estou bem agora. Você não precisa mais se desculpar, pois não me achará agora e eu sei que se lembrará de mim quando a noite chegar.

Realmente eu te liguei, te procurei, só que descobri que estou melhor sem você. Já que destruiu nosso universo secreto, e me fez chorar enquanto tudo caía pode ir embora agora.

Querido nós ficaremos bem, você ficará bem. O caminho já foi percorrido. E você não precisa mais se desculpar, apenas devolva meu coração e minha alma, que cuidadosamente te entreguei no altar. Você verá como estou bem, mesmo sem aqui você estar. Agora eu preciso desligar, não tente voltar.

Você não poderá mais me achar.

Desculpe, acho que não quero voltar.

Quero ver se você consegue me encontrar!
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se gostou & estiver com vontade; comente.