terça-feira, 19 de agosto de 2014

Batalha

 
Há algo fervilhando em minha mente e apesar de não saber direito o que é eu me sinto entre a cruz e a espada, entre o céu e o inferno.
Sento-me e começo a pensar: se eu continuar assim, talvez eu nunca mais possa parar.
Por isso aumente o volume! Quero ver tudo neste salão estourar! levanto-me e grito: Aqui é meu lugar e não adianta fustigar, daqui eu não saio, você não vai me derrubar!
Aumente até o último, essa música eu preciso dançar! Ninguém sai desta festa enquanto ela não terminar.
Vocês pensam que me derrubaram, mas num átimo eu me ponho a levantar. Nessa hora o inferno em mim se desfaz e eu começo a levitar, de cima eu vejo melhor e mais alto posso gritar: Aumente! Quero ver tudo em chamas acabar, porque eu já venci algumas batalhas e não será está -não será você- que vai com tudo terminar, minha vida será longa e muitas outras batalhas eu irei lutar.
Eu nasci para isso - para vencer - e se depender da minha força de vontade nunca vou parar!