quarta-feira, 2 de setembro de 2015

O Grito (Análise)


                                             
   
            
             O grito, E. Munch, 1893

             O Grito (Munch)
             A natureza grita, apavorante.
             Doem os ouvidos, dói o quadro.
ANDRADE, Carlos Drummond de. Farewell
Rio de Janeiro: Record, 1996.
  
O grito é um sinal de medo, de susto, de inquietação, de pavor e está presente nas duas obras. Na de Drummond ele põe em palavras o que a imagem reflete: a natureza grita! O homem grita! Por conta das inquietações da vida, e das dúvidas sobre o infinito, por não saber o que vem depois. Por ter medo de tudo isso que não se pode explicar, por ter medo de ver o homem se acabar e acabar com a natureza que gentil, só o criou para aos poucos a matar.