quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Confusão


Sinto-me presa num túnel cor azul, sei que estou bem, mas confundo meu ser com meu querer. Inverto o ontem com o amanhã e choro sem saber expressar o motivo, sem saber dizer o porquê.
Ouço a voz do meu coração e sigo a mais bela canção, acredito fielmente em minhas decisões, porém a cada curva desse túnel vejo meus pés saírem do chão.
Não sei o que fazer, não sei para onde correr, cada esquina por qual passo me faz lembrar deste meu eterno querer. A cada volta que dou o mundo gira e tenho novamente consciência do meu ser.
Ser o não ser? Ir ou não ir? Fazer ou não fazer? Podem ser perguntas tolas, e também clichês, não obstante sei também que em algum momento a vida fez este questionamento à você.
Sou forte, sou leoa, acredito no meu viver.... Sou medrosa e carinhosa, por isso faço tudo por mim e por você.... Sou apaixonada pela vida e não vou desistir de vencer.
Sou chuva forte, sou a brisa que vem do mar, sou pé na areia, sou verão, sou várias coisas em um só coração.
Como já disse nem sempre sei quem sou, nem sempre sei pra onde vou, contudo em alma eu sempre sinto todo meu amor. E isso me basta meu caro leitor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se gostou & estiver com vontade; comente.